Avançar para o conteúdo principal

As duas primeiras temporadas de POSE

Em Portugal, até ao momento, as duas primeiras temporadas da série POSE, do canal FX, estão disponíveis na HBO. Na Netflix podemos encontrar a primeira.
Esta é uma série dramática, que nos permite aprender, ao contactar com uma realidade de variáveis longânimes. O elenco é predominantemente transexual, afro e latino-americano. Por vezes, pensamos ver Fame ou algumas das cenas do filme Filadélfia. Como pontos fortes, o elenco, a direção de atores, a banda sonora, o argumento, os figurinos e a luz. POSE consegue ser doce e divertida, enquanto ácida e cruel.
A 1.ª temporada decorre em 1987/88. Muitos jovens homossexuais ou transexuais, após serem postos fora de casa, pelos pais, são acolhidos, do mundo da criminalidade, drogas ou pobreza extremas, por algumas mães transexuais; neste caso homens que se sentem mulheres, com um profundo instinto maternal. Assim se formam as casas representativas das noites de baile, competindo entre si, com glamour, moda e passos de dança inovadores. O f…

Por cá, As Redes Sociais e os Jovens



Imagem de Pixelkult por Pixabay

A criação de contas nas redes sociais, tais como Facebook e o Instagram, entre outras, para menores, com conhecimento dos respetivos pais/ encarregados de educação, continua a aumentar. Em muitos casos, estas são geradas com o respetivo conhecimento parental, para cimentar a confiança e a vontade do menor. 


Decorrente do crescimento, poucos são os adolescentes que pretendem sentir-se vigiados. Naturalmente, estes recorrem à criação de contas alternativas ou bloqueiam o acesso de conteúdos, de acordo com o que consideram melhor. Qual é o jovem rumo à idade adulta pretende lida, pelos seus pais, ou familiares "impostos", uma declaração de amor, ou o descortinar de aspetos da sua sexualidade? Na verdade, por mais rigorosa que seja a vigilância, controlar as comunicações estabelecidas não se revela tarefa fácil, o que implica riscos de vária ordem, para o menor, de que são exemplos o bullying e o assédio sexual.

Do outro lado, ainda que não equidistante de um ponto ideal, o qual penso não existir, a negligência parental. Infelizmente, tão evidente em famílias disfuncionais ou em processos de divórcio nos quais a criança não é o que importa.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O Afastamento dos Professores do Ensino

O Professor está a dar cabo de mim

Pelo que ao ler, não deixe de abrir as hiperligações.

Ao longo dos anos, a vida de professor tem-se revelado “stressante”, associada a percursos deambulantes, com propósitos dúbios. Assim induz um Ministério insensível, intolerante, inerte, incapaz e desatento à saúde dos seus atores. Os dias de tranquilidade parecem não se avistar, tal é Esta Vida de Marinheiro. Por vezes, por forma a avaliar o nosso humor, já que os deuses devem estar loucos, há Azar na Praia.
A vigilância de exames é uma das minhas aventuras intermináveis. O mutismo forçado e a postura “hirta”, sem nada de estimulante, qual Amocha Maria. A ansiedade instala-se, pois ver alunos em sofrimento, sem nada poder fazer não me é fácil. Dias em que. Não tem Talo o Grelo.
Naquela manhã, o calor fazia-se sentir, adivinhando-se não encontrar quem dissesse: “Eu Descasco-lhe a Banana”. Após o duche, decidi vestir uns calções confortáveis, aparentemente adequados, apesar de ter emagrecido. Ao sair de casa, já atrasado, eis que a min…

Amor Marginal