Avançar para o conteúdo principal

Namorar é

Ti amo

Desperta-me.
Ainda guardo em mim pedaços teus, nestes espelhos de água, que nos separam.
Procuro-te, na incerteza daquele abraço.
O Teu!


Comentários

  1. Sentidas palavras, embalada com uma grande melodia
    Abraço
    Kique

    Hoje em Caminhos Percorridos - Visita à Real Fábrica do Gelo…

    ResponderEliminar
  2. Olha o Umberto Tozzi... :))
    Já não me lembrava de ouvir isto! Agora não que já é tarde, mas amanhã provavelmente vou acordar a cantarolar este tema!

    Gostei de recordar
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Momentos que se perpetuam no sonho de um mundo melhor.

      Um dia feliz.

      Abraço,
      P.

      Eliminar
  3. Já ninguém se lembra de músicas como esta !!! Amo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quantas vezes perco-me no pensamento. Já não há canções de amor.

      Eliminar
  4. Romântico ma non troppo.
    Aquele abraço, bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A ideia inicial era a de um tema muito romântico e pouco conhecido. Perante a falta de tempo,...

      Abraço do
      P.

      Eliminar
  5. Que saudades tinha desta música!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero conseguir que este seja um "Oceano Pacífico".

      Bjs meus, Manu.
      P.

      Eliminar
  6. oh insensato, descobri aqui na coluna ao lado o site a funda são, opá já me tinha esquecido dele, já o lia muito antes de haver tantos blogs, tão bom.
    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há muito não utilizava esta caixa lateral.
      Apesar de criar algum ruído visual, tem vantagens.
      Beijos,

      P.

      Eliminar

Enviar um comentário

Este blogue é feito de histórias reais, emoções, prazeres, opiniões e alguma ficção. Também de pessoas que interagem e de uma mão que se estende, mesmo que cheia de nadas.

Não deixe de comentar!
Um abraço.
Paulo.

Mensagens populares deste blogue

O Professor está a dar cabo de mim

Pelo que ao ler, não deixe de abrir as hiperligações.

Ao longo dos anos, a vida de professor tem-se revelado “stressante”, associada a percursos deambulantes, com propósitos dúbios. Assim induz um Ministério insensível, intolerante, inerte, incapaz e desatento à saúde dos seus atores. Os dias de tranquilidade parecem não se avistar, tal é Esta Vida de Marinheiro. Por vezes, por forma a avaliar o nosso humor, já que os deuses devem estar loucos, há Azar na Praia.
A vigilância de exames é uma das minhas aventuras intermináveis. O mutismo forçado e a postura “hirta”, sem nada de estimulante, qual Amocha Maria. A ansiedade instala-se, pois ver alunos em sofrimento, sem nada poder fazer não me é fácil. Dias em que. Não tem Talo o Grelo.
Naquela manhã, o calor fazia-se sentir, adivinhando-se não encontrar quem dissesse: “Eu Descasco-lhe a Banana”. Após o duche, decidi vestir uns calções confortáveis, aparentemente adequados, apesar de ter emagrecido. Ao sair de casa, já atrasado, eis que a min…

O Afastamento dos Professores do Ensino