Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2019

Velas decorativas de charme e solidárias

Na BE2ADORN pode adquirir velas decorativas de charme, com formatos diferentes, texturas incomuns e cores de tendência. Além de muito bonitas, são feitas à mão e a marca é portuguesa. Este projeto foi idealizado e concretizado pela Rita Nunes e o Nuno Costa, como pode ler aqui.





Face ao meu fascínio pelas Ciências Naturais, não posso ficar indiferente ao modelo Conjunto de Troncos, que pode encontrar aqui. Observe os pormenores.


Ministério trava direito de professores do quadro a trabalhar em regime de meia jornada

Ministério trava direito de professores do quadro a trabalhar a tempo parcial, tal como refere o Público, na versão para assinantes, datada de 2 de agosto. Em causa está a Lei 84/2015 de 7 de agostoe o regime de meia jornada.



No seu art.º 114.º-A, ponto um, a meia jornada “consiste na prestação de trabalho num período reduzido em metade do período normal de trabalho a tempo completo a que se refere o artigo 105.º, sem prejuízo da contagem integral do tempo de serviço para efeito de antiguidade”. 

Ao ter de ser requerida por escrito, não pode ter a duração inferior a um ano. Além de abranger somente o setor público, os requisitos são dúbios e desfasados da realidade docente, na qual, cada vez mais predominam os casos de burnout, depressão, todo um leque de doenças alusivas à idade, ao desgaste físico/emocional e problemas de vária ordem no seio familiar. De acordo com o ponto 4 os critérios são:



No intuito de não evidenciar casos conhecidos, que possam comprometer a privacidade de alg…

O Professor está a dar cabo de mim

Pelo que ao ler, não deixe de abrir as hiperligações.

Ao longo dos anos, a vida de professor tem-se revelado “stressante”, associada a percursos deambulantes, com propósitos dúbios. Assim induz um Ministério insensível, intolerante, inerte, incapaz e desatento à saúde dos seus atores. Os dias de tranquilidade parecem não se avistar, tal é Esta Vida de Marinheiro. Por vezes, por forma a avaliar o nosso humor, já que os deuses devem estar loucos, há Azar na Praia.
A vigilância de exames é uma das minhas aventuras intermináveis. O mutismo forçado e a postura “hirta”, sem nada de estimulante, qual Amocha Maria. A ansiedade instala-se, pois ver alunos em sofrimento, sem nada poder fazer não me é fácil. Dias em que. Não tem Talo o Grelo.
Naquela manhã, o calor fazia-se sentir, adivinhando-se não encontrar quem dissesse: “Eu Descasco-lhe a Banana”. Após o duche, decidi vestir uns calções confortáveis, aparentemente adequados, apesar de ter emagrecido. Ao sair de casa, já atrasado, eis que a min…

Ti amo

Desperta-me.
Ainda guardo em mim pedaços teus, nestes espelhos de água, que nos separam.
Procuro-te, na incerteza daquele abraço.
O Teu!


Projetos Eleitorais, Alimentação nas Escolas e devaneios

Projetos eleitorais são, na sua maioria, devaneios doces e salgados, ligeiramente perfumados, no intuito de cativar o cidadão distraído.
A alimentação na maioria das Escolas Públicas, sobretudo naquelas que não têm serviços próprios de cozinha, deixa muito a desejar. Ainda recordo, há 10 anos, o esparguete acompanhado por almôndegas brilhantes. Aquelas cuja luz não me cativou, mas cujo reflexo levou-me a uma noite de luxúria no hospital. Uma vesícula biliar sedenta de aliviar os seus cálculos na massa cinzenta de certos políticos daqueles tempos. Aqueles que ainda são os de agora. Afinal, neste domínio, mobilidade é algo a que não se assiste no nosso país.
Ao ler o artigo, Alimentação Saudável e os Programas Eleitorais, disponível na Visão, não pude conter uma gargalhada suave, ainda que contida. Recordei o famoso reitor da Universidade de Coimbra (UC). Aquele que, na semana passada, veio a público justificar a não confeção de pratos com carne de vaca, nas cantinas da sua Universida…

Os 70 anos do Boss Bruce

Com 20 anos de carreira, hoje comemoram-se os 70 anos de Bruce Springsteen, o miúdo que sofreu de bullying ligeiro na escola, e que se tornou numa das maiores referências do panorama do rock, a nível internacional. Pode ler alguns aspetos da vida desta estrela no artigo Bruce Springsteen cumple 70 años: el chico que sufría acoso escolar y se convirtió en héroe del rock .

Atinente à comemoração da data, deixo-lhe uma lista do Spotify, com as músicas mais emblemáticas.


Pode ler The Boss and me: How Bruce Springsteen brought my family together

Quais são as suas músicas preferidas deste intérprete?

Além do Cisgénero e do Transgénero

(…) Beno dissera que lhe era completamente indiferente que a pessoa com quem partilhasse sentimentos ou emoções, fosse deste ou daquele sexo. (…) A “moral” era uma treta. Al Berto (1988), Lunário 

O respeito pelo nosso semelhante é impreterível à tão almejada Paz. Um valor tão simples e humanos, esquecido ou confundido com conceitos dúbios, ou atributos pouco, ou nada lineares.
A intolerância é um monstro repleto de tentáculos.
Na publicação Amor Marginal, abordei, de forma subtil, alguns aspetos referentes à transexualidade, com base em dados reais. Entendo que não temos o direito de instaurar, nem alimentar o sofrimento alheio.
A projeção é uma capacidade humana, a aplicar sempre que nos sintamos desconfortáveis, a julgar, sem compreender... Entretanto, nos domínios da sexualidade, outros conceitos se impõem. Saberes que não ocupam lugar:






Al Berto, em Lunário, apresenta-nos uma perspetiva enriquecedora do Amor.





Excerto extraído de  Berto, Al. (1988). Lunário. Porto Assírio & Alvim…

Amor Marginal

Entre eles, quantos problemas

Naquela manhã, aparentemente terna e estimulante, banhada pelo conforto do vento suave que acaricia a tez, Sara, por instantes, guardou em si todos os problemas do mundo. Ao longe, águas com partículas atómicas dançantes, percorriam o leito que as abraçava e que Sara jamais conseguira ter, num contraste de cor e som. O seu Eu e o leito sempre foram preenchidos por fluídos que adornavam as paredes encarecidas e tristonhas daquela casa, assim como pelas marcas que alcançavam a alma. 
Subitamente, a seu lado, apercebeu-se da existência de uma víbora que dava início ao seu manjar: uma codorniz que via assim o princípio do fim, na teia do encantamento feroz e traiçoeiro de um instante de confiança. A poesia não residia ali. Uma vez mais, assim como em tantas das páginas da sua vida, a liberdade fora-lhe roubada. 
Sara, gritou. Um grito que trouxe consigo a libertação de uma dor interna, incomensurável, profunda e agonizante. Sabia-a interminável, sem solução aparente ou próxima e de difíc…